Funcionários do município de Fonte Boa querem saber onde foi parar o dinheiro da repatriação

0

Passados trinta dias do novo governo que se instalou em Fonte Boa, os funcionários municipais ainda não viram a cor do dinheiro da repatriação repassado pelo Governo Federal.

Segundo apurou o Portal Solimões, foram destinados para o município cerca de 890.000,00 (Oitocentos e noventa mil reais). Dinheiro esse que seria para o pagamento de salários atrasados deixados pelo governo anterior.

De acordo com o delegado do Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Estado do Amazonas – SINTEAM, Micharle Tavares, o Sindicato encaminhou nesta terça (31), um ofício ao executivo pedindo explicações a respeito do repasse.

“Os servidores da educação não receberam em 2016 o décimo, nem o um terço das férias. Tenho certeza que o repasse da repatriação da para pagar um desses dois direitos trabalhistas. Encaminhei um ofício para o executivo pedindo explicações a respeito do dinheiro e solicitando uma audiência para discutirmos a melhor maneira de utilizar o recurso.” Declarou.

O paradeiro dos recursos da repatriação promete ser um dos temas que irá iniciar os debates dos vereadores no dia 06 de fevereiro quando os parlamentares voltam do recesso.

De acordo com o vereador Kelisson Coelho – PSD, caso o prefeito não utilize o dinheiro para pagar os funcionários até o retorno dos parlamentares, o mesmo apresentará um requerimento para que o representante do executivo seja convocado a Casa Legislativa para dar explicações.

“Os recursos vieram para pagar os funcionários. Estou esperando uma atitude do prefeito para que ele pague os servidores referentes aos seus salários de 2016. Caso não faça isso o mais rápido possível, irei mobilizar a Câmara para que ele seja convocado para dar explicações.” Afirmou.

Em um programa de uma rádio local no início do ano, o prefeito de Fonte Boa, Gilberto Lisboa – PMDB, relatou que tinha ficado nas contas do município cerca de 400.000,00 mas, não explicou como o ex-prefeito estando fora da administração municipal teria tido acesso ao recurso.

 

O Portal entrou em contato com o ex-prefeito do município, José Suedney – PSD, que informou que todo o dinheiro repassado pelo Governo Federal no fim de dezembro foi deixado nas contas da prefeitura. “Deixamos todo o recurso para que o futuro prefeito sanasse algumas pendências deixadas em 2016. Esse dinheiro só poderia ser mexido a partir de janeiro quando já estaria o novo prefeito. O dinheiro foi repartido em três fundos: FPM, FUNDEB e FUS.” Declarou.

No último sábado (28), o Secretário de Administração, Ederson Lasmar, relatou em um programa de rádio que o recurso encontra-se no banco do Brasil e está aguardando para ser transferido para o município. Ederson não informou o valor do repasse.

Os recursos da repatriação são provenientes de multas pagas por contribuintes que regularizam ativos mantidos no exterior, no programa que ficou conhecido como repatriação. Apesar de ter sido depositado no dia 30 de dezembro, os municípios só tiveram acesso ao recurso no dia dois de janeiro.

Share.

About Author

Leave A Reply