APÓS PRESSÃO DO SINTEAM PREFEITO DE FONTE BOA PAGA DIREITOS TRABALHISTAS DOS FUNCIONÁRIOS

0

Após a ameaça do Sindicato da Educação em realizar protestos esta semana, o prefeito Gilberto Lisboa (Biquinho) – PMDB, liberou o pagamento do décimo terceiro e de um terço das férias dos funcionários.

Em assembleia geral no dia 24, o Sinteam decidiu que caso o prefeito não liberasse o pagamento dos direitos trabalhistas até a última sexta (28), os trabalhadores iriam realizar protestos pelas ruas da cidade contra a administração municipal.

De acordo com o delegado sindical, Micharle Tavares, com o pagamento dos servidores o prefeito evitou mais um desgaste político na tão conturbada administração.

“Recebemos o salário, o terço e o décimo. Alguns servidores não receberam o terço. O prefeito dessa vez ouviu os conselhos. Seria mais um protesto contra essa tão conturbada administração municipal.” Disse.

Micharle destacou ainda que esses pagamentos foram referentes ao ano de 2017 e que os servidores irão questionar os mais de dois milhões e meio de reais que foram repassados esse mês referente ao ano de 2016.

“Estamos somando todos os repasses do Fundeb, sabemos o que está sobrando e que deverá ser devolvido. Agora iremos atrás do reajuste salarial, até o momento o prefeito não nos recebeu para discutirmos o reajuste. Já encaminhei inclusive vários ofícios pedindo uma reunião com o executivo mas ele não responde. Encaminhei também baseado na lei do livre acesso a informação ofícios pedindo extratos da folha de pagamento. Também não responderam mas, já consultamos um advogado e já sabemos como proceder.” Afirmou.

OS OUTROS SERVIDORES QUE NÃO SÃO VISTOS

Se por um lado os servidores da educação estão comemorando o saldo positivo nas contas bancárias, por outro, os servidores da saúde, administração, obras entre outros, continuam a se questionar: Nós não somos servidores?

O não pagamento dessas secretarias já virou questão cultural no município de Fonte Boa mas, assim como a educação tem o Sinteam para representá-los, os outros servidores tem a Associação dos Servidores Municpais, que realizou um ano de 2016 de intensos protestos pelas ruas da cidade.

Mas caso a Associação Municipal não se manifeste, os servidores tem uma grande carta na manga, “Os vereadores”, afinal, eles são pagos para fiscalizar o executivo e defender os interesses da população.

Share.

About Author

Leave A Reply